sexta-feira, junho 14, 2024
InícioNotíciasMulher atingida por soda caustica da seu primeiro depoimento

Mulher atingida por soda caustica da seu primeiro depoimento

Isabelly Aparecida Ferreira Moro, uma jovem de 23 anos, foi vítima de um ataque com soda cáustica enquanto caminhava por uma rua em Jacarezinho, no norte do Paraná. Em uma entrevista à RPC, afiliada da TV Globo no Paraná, ela compartilhou os momentos de terror que viveu e os desafios enfrentados durante sua recuperação.

 

A sensação de “pegando fogo” e a falta de memóriaPolícia encontrou sacola com parte do produto jogado na jovem. Rua ficou com marca do ataque — Foto: Reprodução

Ao ser atingida pelo produto corrosivo, Isabelly lembra vividamente da dor intensa que sentiu. “Eu só senti a dor, porque atingiu meu olho. Queimava demais, parecia que estava pegando fogo. Eu só sai e pedi socorro. Cheguei no hospital… Depois do hospital, eu não lembro de mais nada”, relatou a jovem.

 

Recuperação e ausência de sequelas visíveis

Apesar dos danos causados pela soda cáustica, Isabelly não apresenta sequelas visíveis. Em casos mais graves, o produto pode causar queimaduras de terceiro grau. A jovem está em processo de recuperação, seguindo uma dieta de alimentos pastosos e gelados para auxiliar na cicatrização.

 

Desafios adicionais durante a recuperação

Além dos danos físicos, Isabelly teve que enfrentar uma pneumonia durante sua internação. Ela está tomando antibióticos para tratar essa complicação. A boca foi uma das áreas mais afetadas pelo ataque, assim como seu cabelo, que sofreu danos consideráveis. No entanto, ela expressa gratidão por estar se recuperando aos poucos e por poder estar em casa, o que traz um grande alívio.

Conscientização e busca por justiça

O ataque com soda cáustica deixou marcas físicas e emocionais na vida de Isabelly, mas sua determinação em se recuperar é evidente. Ela espera que sua história possa conscientizar as pessoas sobre a gravidade dos ataques com produtos corrosivos e incentivar ações para prevenir casos semelhantes no futuro.

Crime foi cometido por ciúmes, segundo polícia

 

Segundo PM, mulher foi presa na madrugada destas sexta (24) — Foto: PM-PR

Segundo PM, mulher foi presa na madrugada desta sexta (24) — Foto: PM-PR

Investigação em andamento e apoio da comunidade

Neste momento, a polícia está investigando o caso e busca identificar o responsável pelo ataque. A comunidade local se mobilizou para apoiar Isabelly e sua família, oferecendo ajuda financeira e emocional durante esse período difícil.
Conclusão
A história de Isabelly é um lembrete chocante dos perigos que algumas pessoas enfrentam em suas vidas diárias. Esperamos que ela se recupere completamente e que a justiça seja feita em relação ao ataque que sofreu. Sua coragem ao compartilhar sua experiência serve como um alerta para a importância de prevenir e combater casos de violência com produtos corrosivos.
Veja Mais

POPULARES