sexta-feira, junho 21, 2024
InícioCuriosidadesEspiritismo: o que é, história, fundamentos e principais obras; vídeo

Espiritismo: o que é, história, fundamentos e principais obras; vídeo

A Doutrina Espírita ainda mantém seu ar de mistério para muitos que não a conhecem profundamente. No entanto, desperta grande curiosidade em muitas pessoas. Afinal, em algum ponto de nossas vidas, começamos a refletir sobre nossa dimensão espiritual e buscamos respostas que o estudo dessa doutrina pode oferecer.

Neste contexto, vamos explorar o que é o Espiritismo, sua história, fundamentos e obras mais relevantes. Assim, poderemos compreender melhor essa doutrina que se baseia na fé raciocinada e buscar formas de aprofundar nosso conhecimento sobre ela. Acompanhe conosco até o final!

Origem do EspiritismoOrigem do Espiritismo

O Espiritismo é uma vertente cristã que nos orienta sobre a vida além da morte e a importância do nosso progresso moral para alcançarmos planos espirituais mais elevados.

Em 1854, o educador e estudioso do magnetismo, Hippolyte Léon Denizard Rivail, conhecido como Allan Kardec, explorou as mesas girantes após ser convidado por seu amigo Fortier. Embora fosse uma diversão popular na França, Kardec, como pessoa séria, questionou profundamente esse fenômeno, afirmando que uma mesa sem vida não poderia fornecer respostas inteligentes sem evidências em contrário.

Movido por seu ceticismo e curiosidade, Kardec mergulhou em estudos extensivos, resultando em seu encontro com a Doutrina Espírita, que ele posteriormente codificou. Apesar dos desafios em uma sociedade conservadora, ele persistiu em sua missão de esclarecer que não eram as mesas, mas sim os Espíritos desencarnados que as moviam, trazendo insights profundos sobre a existência e provocando reflexões significativas.

Codificação espíritaCodificação espírita

O Espiritismo ensina inúmeras questões fundamentais para compreendermos nossa natureza espiritual de forma lógica e sistêmica. Além de explicar a imortalidade da alma, ele redefine a morte como uma transição para um novo plano espiritual, onde cada espírito encontra seu lugar conforme sua afinidade vibracional.

Essa doutrina também destaca a importância do aprimoramento moral, encorajando a prática da fé raciocinada, que combina questionamento com uma postura de fé e caridade, em sintonia com os ensinamentos de Jesus Cristo.

Outro ponto essencial é a crença na pluralidade das existências, que conecta o mundo material e espiritual, incluindo conceitos como os fluidos perispirituais e as interferências espirituais que podem prejudicar nossa jornada evolutiva.

Aprende-se também sobre a relevância da prece e do magnetismo, ferramentas para cuidar de nossas energias e evitar influências negativas de espíritos menos esclarecidos. Em resumo, o Espiritismo oferece um caminho para compreendermos nossa essência espiritual e nos guia na busca por um progresso moral e espiritual mais elevado.Espiritismo, Doutrina Espírita ou Kardecismo?

Os termos Espiritismo, Doutrina Espírita e Kardecismo são todos adequados para se referir à doutrina que acredita na evolução espiritual através da pluralidade das existências, sendo o termo “Kardecismo” uma homenagem a Allan Kardec, o codificador da doutrina baseada em relatos de espíritos desencarnados por médiuns.

A comunicação com os espíritos é uma habilidade que nem todos possuem desenvolvida, mas muitos têm experiências intuitivas que podem ser interpretadas como formas de comunicação espiritual, como receber sinais visuais ou auditivos, sentir a presença de entes queridos ou mesmo ter insights intuitivos.

Essa comunicação pode ocorrer de várias maneiras, como através da escrita (psicografia), da fala (psicofonia), ou até mesmo por transmissão de pensamentos. É importante notar que essa comunicação requer preparação, incluindo estudo da Doutrina Espírita e práticas espirituais como a oração, para evitar influências indesejadas.

Quanto à natureza dos seres, o corpo é a veste física que abriga o perispírito durante a encarnação, sendo este último um corpo fluídico semimaterial que conecta o espírito ao corpo físico. O espírito, por sua vez, é a parte imaterial do ser, dando a compreensão tríplice de corpo, perispírito e espírito na visão espírita.Espiritismo no Brasil e no Mundo

O Espiritismo teve suas raízes na França, sendo influenciado pelo fenômeno das mesas girantes, que despertou o interesse em fenômenos além do físico. Sua origem remonta à obra “O Livro dos Espíritos” e outras obras codificadas por Allan Kardec, com apoio do mentor Lion.

Kardec, cujo nome verdadeiro era Hyppolyte Léon Denizard Rivail, nasceu na França em 1804 e era um renomado estudioso e educador. Sua jornada na espiritualidade começou após seu encontro com os fenômenos das mesas girantes, levando-o a pesquisar profundamente e comunicar-se com espíritos por meio de médiuns, tornando-se o codificador do Espiritismo.

Em 1858, fundou a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e a Revista Espírita, onde aprofundou seus estudos, refutou críticas e consolidou os ensinamentos espíritas. Apesar das críticas e resistência da época, seus trabalhos ganharam reconhecimento e credibilidade não apenas entre estudiosos, mas também entre religiosos.

As mesas girantes, fenômeno psicocinético, eram uma forma de “sessão espírita” em que as mesas se movimentavam sem explicação física, sendo interpretadas como pontes de comunicação com espíritos. Embora esse fenômeno não ocorra mais, serviu para despertar o interesse e a consciência sobre o mundo espiritual na época.espiritismo significado

A codificação espírita consiste em um conjunto de cinco livros escritos por Allan Kardec, que formam a base dos princípios do Espiritismo e são essenciais para quem deseja aprofundar-se nessa doutrina.

Significado do Espiritismo

  1. O Livro dos Espíritos: Lançado em 18 de abril de 1857, este livro marca o início da codificação espírita. Nele, Allan Kardec, adotando o pseudônimo, discute filosofia, ciência e religião, apresentando os ensinamentos coordenados pelo Espírito de Verdade e respondendo a perguntas fundamentais sobre a existência humana.
  2. O Livro dos Médiuns: Publicado em 1861, este livro explora as manifestações espíritas e o papel dos médiuns na comunicação com o mundo espiritual, além de abordar os desafios enfrentados na prática da Doutrina Espírita.
  3. O Evangelho Segundo o Espiritismo: Lançado em 1864 com orientações de espíritos superiores, este livro interpreta os ensinamentos de Cristo sob a ótica espírita, incentivando sua vivência e incluindo preces espíritas, sendo um guia fundamental para os praticantes da doutrina.
  4. O Céu e o Inferno: Dividido em duas partes e lançado em 1865, este livro aborda temas como anjos, demônios, a morte, a consciência dos espíritos e o pós-desencarne, incluindo relatos de experiências do mundo espiritual.
  5. A Gênese: Publicado em 1868, um ano antes do falecimento de Allan Kardec, este livro trata da criação da humanidade e do mundo material em três partes: a formação dos mundos e dos seres, a visão espírita sobre milagres e a explicação das predições.

    Espiritismo no Brasil e no Mundo

    O Espiritismo no Brasil e no mundo tem raízes profundas e uma presença significativa ao longo do tempo. No Brasil, sua disseminação foi impulsionada por líderes proeminentes como Bezerra de Menezes, Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco, cujas contribuições foram fundamentais para o crescimento e a popularização da doutrina.

    Embora não haja um nome específico que possa ser apontado como o fundador do Espiritismo no Brasil, o educador francês Casimir Lieutaud desempenhou um papel crucial ao introduzir a doutrina no país através da tradução da obra “Os Tempos São Chegados” em 1860.

    Globalmente, o Espiritismo é praticado em diversas nações, com uma presença notável em muitos países. O Conselho Espírita Internacional (CEI) desempenha um papel importante como uma entidade que reúne associações representativas dos movimentos espíritas nacionais em todo o mundo. Entre os países que fazem parte do CEI estão Argentina, Bolívia, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, entre outros, mostrando a amplitude e a diversidade da presença do Espiritismo em nível internacional.

Veja Mais

POPULARES