sexta-feira, junho 21, 2024
InícioSaúdeComo saber se uma criança tem estrabismo?

Como saber se uma criança tem estrabismo?

O estrabismo é um distúrbio ocular que afeta 5% a 8% das crianças no Brasil, conforme dados da Secretaria da Saúde do Distrito Federal. Saber identificar esse problema é crucial para iniciar o tratamento precocemente e evitar complicações futuras. Vamos explorar os sintomas, possíveis correções e a importância do diagnóstico precoce.

Sintomas do Estrabismo: O que Observar

Os sintomas do estrabismo podem variar, mas alguns comportamentos são comuns, como fechar um olho ao se expor ao sol ou virar a cabeça para enxergar melhor. Em crianças, podem surgir dores de cabeça, dificuldade em lacrimejar ou dor nos olhos, além do desalinhamento visual.

Uso de óculos e tapão pode ajudar no tratamento do estrabismo.

Uma Dra. Claudia Faria, especialista em estrabismo do Hospital Albert Einstein, destaca a importância de observar também a ambliopia, uma baixa visão em um dos olhos que pode passar despercebida. Reconhecer esses sinais é fundamental para buscar avaliação oftalmológica.

Tratamentos e Correções do Estrabismo

Os tratamentos para o estrabismo são específicos, variando de acordo com o tipo e a gravidade do problema. Alguns casos podem ser corrigidos com o uso de óculos, enquanto outras ocorrências de cirurgia para realçar os olhos. A toxina botulínica também é uma opção em determinadas situações.

Estrabismo atinge de 5% a 8% das crianças no Brasil.

É importante ressaltar que a oclusão (ou proteção) é utilizada para tratar a ambliopia associada ao estrabismo. Uma Dra. Claudia explica que, em alguns casos, apenas o uso de óculos é suficiente para corrigir o desvio ocular.

Impactos do Estrabismo não Tratado

O estrabismo não tratado pode acarretar diversos problemas, incluindo comprometimento da visão binocular (3D) e impactos psicológicos, sociais e econômicos devido ao desvio ocular. Por isso, buscar tratamento adequado e precoce é essencial para a qualidade de vida e o desenvolvimento visual da criança.

Considerações Especiais e Recomendações

Alguns casos de estrabismo estão relacionados a atrasos no desenvolvimento ou condições como a Síndrome de Down. Uma Dra. Claudia ressalta a importância de avaliar bebês com desvios visuais persistentes após os 4 meses de vida.

Você já concordou com sinais de estrabismo em seu filho ou em alguma criança próxima? Qual foi a abordagem adotada? Compartilhe sua experiência nos comentários e contribua para a conscientização sobre essa condição visual. Como saber se uma criança tem estrabismo?

Veja Mais

POPULARES