Como melhorar a velocidade de carregamento de um site em 10 passos

Fazer com que páginas de um site carreguem mais rápido se tornou quase um desafio para o empreendedor digital e agências de SEO. Pois, melhorar a velocidade de carregamento de um site hoje é um fator importante para ranqueamento do site no Google.

Além de proporcionar uma melhoria na experiência do usuário, tornou-se elemento imprescindível para o SEO geral do site.

E como fazer uma otimização do site envolve vários fatores, desde ajustes que poderão ser feitos pelo pessoal responsável pela edição e publicação de conteúdos, até outros que exigirão experiência de pessoas da área técnica.

Pesquisas feitas pelo Google revelam que páginas com tempo de carregamento superior a 10 segundos têm alta  taxa de rejeição, ou seja, o Bounce Rate baixo.

Mas como deixar o site mais rápido? Como otimizar um site?

Para explicar tudo isso elaboramos esta postagem, para ajuda-lo a melhorar este importante elemento, que vem trazendo sérios problemas e prejuízos aos donos de sites, seguindo os seguintes passos:

  1. Google Page Speed: dá dicas para melhorias na velocidade do site
  2. Use AMP para ajudar na velocidade do carregamento
  3. Deixe o HTML do site limpo e otimizado
  4. Use um plugin de Cache
  5. Uso uma CDN para reduzir o tempo de carregamento
  6. Otimize as imagens para acelerar o carregamento do conteúdo
  7. Imagens WebP aceleram o carregamento
  8. Use um estilo de fontes leves para o site
  9. Use um tema WordPress leve que carrega rápido
  10. Evite  excesso de publicidade e Widgets desnecessários

Lembrando que as otimizações não precisam de serem feitas na ordem publicada, porém, o ideal é não deixar nenhuma delas de fora. Comece pela que for mais prioritária, ou pela qual já tenha conhecimento.

Mas para começar, é preciso que você obtenha os dados de carregamento de seu site através do Google Page Speed, depois veja como fazer as otimizações no site passo a passo.

Usar o Google Page Speed para melhor velocidade do site

Como aumentar a velocidade do site em 10 passos. Imagem - Fator Click
Como aumentar a velocidade do site em 10 passos. Imagem – Fator Click

O primeiro passo é saber a quantas anda a velocidade de carregamento do seu site, descobrir se ele está saudável, ou se precisa de ajustes. E para isso é preciso verificar como ele está carregando através do Page Speed do Google.

Esta é uma ferramenta grátis do Google que analisa o site e dá uma pontuação de 0 a 100 para o tempo de carregamento da página. Quanto mais alto o número, significa que ele está mais veloz para carregar suas páginas.

Velocidade de carregamento do seu site: teste várias urls no Page Speed

Uma recomendação a parte, é que você teste não só sua home page, ou seja, faça os testes com algumas urls de postagens publicada.

Isso inclusive lhe dará parâmetros para analisar e saber: porque algumas páginas carregam mais rápido do que outras, o que é bem comum de acontecer.

Além disso, o Google Page Speed traz dicas de como você pode melhorar o carregamento do site indicando o que será preciso fazer.

Mas, é importante ressaltar, que algumas otimizações deverão ser trabalho feito por experts, como no caso de melhorias no HTML.

Isto porque a ferramenta não mostra exatamente: o que esta atrapalhando ou ajudando (em termos de SEO), o objetivo é analisar se o site está carregando rápido o bastante e se é possível melhorar.

Veja como está seu site segundo a pontuação do Google Page Speed:

  • De 0 a 25 – Seu site precisa de ajuda urgente;
  • De 25 a 50 – Seu site precisa de ajustes urgentes;
  • De 50 a 75 – Seu site ainda precisa melhorar;
  • De 75 a 100 – Seu site está carregando rápido suficiente

Então ao usá-la é preciso entender que você obterá um diagnóstico, pois o Google Speed não fornece exatamente um tratamento, então vamos as dicas e dúvidas que surgem neste momento.

1.     Uso do AMP ajuda no ranqueamento?

O uso do AMP ajuda a melhorar posições no Google, o Accelerated Mobile Pages foi extremamente solicitado logo quando foi lançado, e beneficiou muito os usuários de celulares, cumprindo seu papel melhorando a experiência do usuário. Porém seu uso vem sendo questionado ultimamente.

Isto porque o Google recentemente anunciou que a partir de maio de 2021 não dará mais preferência para as páginas em AMP nos resultados de busca. Ou seja, anteriormente, um site com AMP tinha privilégios na SERP.

Mas, embora não seja mais fator relevante de ranqueamento, seu uso continua a criar uma melhor experiência do usuário de dispositivos móveis, justamente por aumentar a velocidade de carregamento de suas páginas.

No caso de sites e blogs em Word Press, por exemplo, quando não é possível pagar por uma hospedagem mais robusta, a instalação do plugin AMP é recomendada para deixar as páginas mais rápidas para acesso via smartphones ou tablets.

Lembrando sempre que o Google tem se preocupado em oferecer uma melhor experiência de navegação para estes usuários, priorizando a SERP com resultados Mobile First Index desde 2018, entre outros updates relacionados a Mobile Friendly.

2.     Deixe o HTML do site limpo

Um dos fatores para aumentar a velocidade de carregamento de um site é listado no próprio Speed Page do Google, que é manter um HTML livre de elementos desnecessários,ou seja, limpar o código do site de elementos que pesam no carregamento e acabam por não agregarem nada.

  • Seleções não semânticas em marcações de grids
  • Tag div que não são usadas
  • CSS inline ou incorporados
  • IDs ou classes desnecessários
  • Arquivos CSS que não são indispensáveis
  • Espaços em branco no código HTML e Javascript
  • Comentários armazenados desnecessários

Porém a maioria da execução destes tipos de serviços exige experiência técnica, e nós esteremos publicando como fazer esta parte em breve.

3.     Uso de plugin de Cache para  aumentar a velocidade de carregamento

Estra prática recomendada depende de poucos clique, e pode melhorar o tempo de carregamento do seu site: usar um bom plugin de cache no seu site WordPress, plugin que cria uma “cópia de cada página armazenadas em cache”.

Ou seja, o plugim tem a função de armazenar informações de carregamento do site, liberando-as toda vez que um ou vários usuários acessam o site.

Plugin de cache para aumentar o a velocidade de carregamento da páginas. Imagem - GattyImage
Plugin de cache para aumentar o a velocidade de carregamento da páginas. Imagem – GattyImage

Este processo impede que o servidor fique sobrecarregado, aliviando o processamento e o uso do banco de dados, maximizando o trabalho e deixando as páginas mais velozes, além de ajudar a o site a suportar mais usuários online.

Qual o melhor plugin de cachê para WordPress?

Na verdade todos os que testamos atenderam a proposta de aumento de velocidade, veja a lista de plugins WP indicados:

  • LiteSpeed Cache (grátis, porém requer LiteSpeed Server)
  • Swift Performance (grátis e premium)
  • W3 Total Cache (grátis e premium)
  • WP Fastest Cache (grátis e premium)
  • WP Super Cache (grátis)

E você deve ainda verificar se este serviço está instalado também é oferecido pelo seu servidor e se está funcionando corretamente, bastando entrar em contato com sua hospedagem para verificar isto.

4.     O uso de CDN reduz o tempo de carregamento?

Exatamente! Além de usar plugins de cache, o uso da CDN, (Content Delivery Network), reduz bastante o tempo de carregamento do seu site, porque seu conteúdo fica armazenado em vários servidores para ajudar na distribuição.

Assim, quando um internauta acessa uma página, o conteúdo todo é ‘espelhado’ para um servidor geograficamente mais próximo de cada um deles, reduzindo drasticamente o tempo de resposta ao internauta.

Com isso o carregamento do site é acelerado, melhorando a experiência de usuário, fator que ajuda sua página a ser melhor posicionada na busca orgânica pelo Google.

Em resumo, uma CDN é uma Rede de Entrega de Conteúdo, uma plataforma de servidores distribuída para reduzir a distância física entre o servidor e o usuário, maximizando o carregamento de conteúdo de páginas da Web.

5.     Otimizar as imagens do site maximiza o carregamento do conteúdo

A otimização das imagens de seu site é um fator de extrema importância e influencia no tempo de carregamento de página.

Sites que usam imagens muito grandes ou pesadas, costumam não oferecer uma boa experiência de navegação ao usuário, exceto esteja hospedado em servidor dedicado de alto desempenho.

Isso porque, o peso de um arquivo prejudica o carregamento, e a demora para carregar uma página não é vista uma boa prática de SEO pelo Google, porque interfere na usabilidade.

Imagine aquele site que você espera quase 10 segundos para carregar uma foto, isso já é o bastante para aumentar a taxa de rejeição, os usuários deixam o site, por não terem paciência para esperar uma página ou foto abrirem lentamente. Veja nossas sugestões para obter melhorias;

6.     Imagens WebP aceleram o carregamento?

Exato! uma das melhores dicas hoje é usar o formato WebP de imagens para web, conhecidas por tornarem mais rápido carregamento, mesmo em conexões mais lentas, como no caso de internet via dados.

WebP imagem ajuda na velocidade do site. Imagem - WebP
WebP imagem ajuda na velocidade do site. Imagem – WebP

O uso deste tipo de imagem é viabilizado através de plugin para WP, e caso não haja possibilidades de usá-lo. faça opção por usar formatos como JPEG/ JPG, evitando o PNG, que é um arquivo mais pesado, além de não carregar em algumas versões mais antigas de navegadores.

Comprimir imagens antes de inseri-las nas páginas também pode ajudar muito a reduzir tempo de carregamento, existem inclusive ferramentas gratuitas para isso, como:

  • Tiny PNG (se for inevitável o uso do formato)
  • Native Lazyload e outros plugins para WordPress
  • JPEGmini
  • Compressores de Imagem Online

Lembrando que essa otimização de imagens também é uma importante melhoria no SEO e lembre-se de definir a sua imagem com a alt tags e usar as palavras chaves para facilitar o trabalho dos buscadores.

7.     Desinstale e descarte tudo o que não é mais usado em seu WP

Pode não parecer uma dica valiosa, mas o próprio diagnóstico, presente dentro do WordPress faz esta recomendação, de eliminar plug-ins e temas não usados ou desatualizados.

Assim, é importante fazer esta checagem e limpeza para deixar o site mais leve. Avalie periodicamente se existem plugins instalados ou outros elementos que não são mais usados em seu site para deleta-los.

Faça o mesmo com scripts externos, se você eliminá-los eles não vão fazer falta, e vão deixar o site muito leve e páginas carregando mais rápido.

8.     Crie um estilo de fontes leves para o site e terá páginas carregando mais rápido

Poucos sabem disso, mas escolher determinadas fontes podem atrapalhar ou melhorar o carregamento das páginas.

Saiba que é possível baixar apenas os estilos de fontes customizadas, as que serão realmente usadas, ou seja, não é preciso ter a família inteira da fonte no site, pesando o CSS sem necessidade, e atrapalhando na hora de carregar o site.

Recomenda-se até reduzir o tamanho das fontes usadas em todo o tema, como as do título H1 e subtítulos. Alguns sites deixam eles enormes, que além de tudo deixa a página com uma má aparência, pesam para o site e atrapalhando na navegação do usuário.

9.     Escolha um tema WordPress que carrega rápido

A escolha de um tema leve vai ajudar a acelerar o tempo de carregamento de suas páginas, e escolher um bom tema não é difícil.

Existem inúmeros vídeos na web, feito por desenvolvedores que testaram e podem indicar um tema WP que carregue rápido.

Um bom tema, leve e carregue num bom tempo é fundamental para seu site ficar com uma boa usabilidade, e assim, oferecer uma ótima experiência de usuário. Além de que, colaborando também no trabalho de otimização.

10.  Evite Widgets desnecessários e excesso de publicidade

Widgets são aqueles “penduricalhos”, como previsão do tempo, rádios, que prometem trazer qualquer outra informação fora ou dentro do site.

Também entram aqueles popups, “assine isso, assine aquilo”, que ficam abrindo “na cara” do usuário, alguns sites abusam do uso destes recursos, coisas que os usuários unanimemente odeiam, e por isso fogem de um site.

Saiba ainda que eles são um dos piores inimigos do desempenho de seu site. Além de provocar lentidão no carregamento, ainda causam a fuga de seus usuários.

Excesso de anúncios na página prejudicam o carregamento

Assim como a publicidade excessiva, o excesso de anúncios inseridos em sua página, seja de qualquer natureza, muitos são pesados para serem carregados, a exemplo dos códigos de afiliados do tipo Adsense, ou de outros.

É preciso ser cuidadoso com anúncios em seu site, porque um excesso vai aumentar o número de requisições no site e atrasar o carregamento vários outros elementos.

Fiz tudo o que era preciso e o meu site não carrega rápido

E se você já fez boa parte do que foi recomendado neste post, e seu site continua carregando lento, há uma grande chance de que sua hospedagem não esteja atendendo as necessidades do seu site.

Os planos comuns de hospedagem podem não acompanhar o crescimento exponencial de um site ou aplicação, por isso é necessário ficar de olho, para aumentar seu plano ou potência de seu servidor para otimizar os recursos do seu ambiente da melhor forma possível.

Vale lembrar novamente que, a velocidade de carregamento de página é um dos fatores de rankeamento, entre os mais de 200 fatores do Google, mas que contribui diretamente para a experiência do usuário.

Fique por dentro de tudo o que impacta em tráfego e conversão e posicionamento de seu site. Se gostou das dicas, aproveite também para conferir outras matérias produzidas pela agência Fator Click, como: Core Web Vitals como se preparar para as atualizações dos algoritmos do Google.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo