quinta-feira, junho 20, 2024
InícioCuriosidadesBraille: a história e o impacto desse sistema de escrita

Braille: a história e o impacto desse sistema de escrita

O “Braille” é um sistema de escrita essencial para garantir que pessoas cegas ou com baixa visão tenham acesso à leitura. Criado no século XIX na França pelo estudante Louis Braille, tornou-se um padrão global, sendo utilizado por milhões de pessoas cegas em todo o mundo. No Brasil, sua chegada aconteceu em 1854, através do estudante José Álvares de Azevedo, marcando um avanço significativo na educação para deficientes visuais.

A Criação do Método “Braille” por Louis Braille

Louis Braille, nascido em 1809, na França, enfrentou um acidente que o deixou cego aos três anos de idade. Esse incidente o levou a desenvolver um método revolucionário aos 12 anos, permitindo que cegos pudessem ler através do toque. Inspirado em um código militar fracassado, Braille reformulou e aprimorou o sistema, resultando nos 63 caracteres em alto-relevo que conhecemos hoje como “Braille”.

A Implementação do “Braille” e seu Reconhecimento

Após anos dedicados ao aperfeiçoamento de seu método, Braille começou a ensiná-lo em 1826 e publicou um livro explicativo em 1829. Embora tenha enfrentado resistência inicial, seu método foi adotado pelo Instituto Nacional para Jovens Cegos, onde Braille também era professor. Apesar da oficialização do método ocorrer dois anos após a morte de Braille, em 1854, sua popularidade cresceu rapidamente, sendo apresentada internacionalmente na Exposição de Paris em 1855.

“Braille” no Brasil e o Instituto Benjamin Constant

No Brasil, o “Braille” foi introduzido em 1854 por José Álvares de Azevedo, cego que aprendeu o sistema na França e retornou ao país com o objetivo de estabelecer uma instituição para a educação de cegos. Assim, em 1854, foi fundado o Imperial Instituto dos Meninos Cegos, hoje conhecido como Instituto Benjamin Constant, que continua a utilizar o método “Braille” adaptado à língua portuguesa.

Qual sua Opinião sobre o Impacto do “Braille” na Educação de Cegos? Compartilhe nos Comentários!

O que você acha do desenvolvimento e da disseminação do “Braille” como um sistema crucial para a educação e a inclusão de pessoas cegas ou com baixa visão? Deixe sua opinião abaixo e compartilhe suas experiências ou perspectivas sobre esse importante avanço na acessibilidade e na alfabetização.

Veja Mais

POPULARES